Encontro Filiadas AMMG – 1º semestre 2019


12 06 2019

Os  representantes das filiadas da Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) foram recebidos pela presidente da entidade, Maria Inês de Miranda Lima, no primeiro encontro das instituições em 2019.

A presidente mostrou que houve um crescimento de 24% no número de associados no interior do estado e afirmou que há um trabalho contínuo para que este índice se amplie.

O presidente da Associação Médica de Leopoldina (AML), Celso Vieira, destacou a União das Regionais da Zona da Mata (Urezoma). Segundo ele relatou, são mais de 400 edições, sendo reuniões mensais, com temas científicos e de defesa profissional. O diretor de Assuntos do Interior da AMMG, Paulo Roberto Repsold, lembrou do entusiasmo da diretoria em prestigiar os eventos. De acordo com Repsold, em 2018 foram visitadas mais de 15 cidades mineiras. Para ele, a Urezoma é um excelente exemplo do que pode ser desenvolvido também em outras regiões.

O presidente da Sociedade de Acadêmicos de Medicina de Minas Gerais (Sammg), Henrique Baldanza, apresentou as atividades desenvolvidas pela Sociedade e falou sobre a expansão para as cidades onde há faculdades de medicina. Dia 15 de junho, Sammg e AMMG, recebem os acadêmicos do interior que atuarão em suas regiões.

Na área de benefícios, a executiva da Unimed Seguros, Giuliana Richard, abordou a parceria com a Oregon Seguros do Médico, representada por Zilmar Batista. Hoje, a AMMG oferece aos associados, extensivo às filiadas, um plano de previdência exclusivo. A Oregon disponibilizou profissionais para visitar as localidades e apresentar o produto.

Para mostrar como as empresas devem atuar na retenção e conquista de associados, gerando valor e satisfação, o especialista em marketing de saúde, professor e consultor Frederico Habel, trouxe a palestra ‘Associações Proativas’. Para ele, as associações devem ser administradas como empresas e precisam ter, para atingir os resultados almejados: capacidade de lidar com os riscos e os erros; visualização de realidades futuras; gerenciamento de pressão em curto prazo; inovação e liderança proativa; gerenciamento flexível e capacidade de identificar e desenvolver pessoas proativas. Habel já tem participação agendada na filiada de Carangola.

Ao final, os participantes foram divididos em grupo e levantaram os principais desafios.

Dentre as propostas sugeridas pelos presidentes estão:

·        Manter a sinergia entre as associações e demais entidades representativas da classe médica na região;

·        Identificar as lideranças acadêmicas e estabelecer ações de aproximação com os estudantes de medicina;

·        Promover um estudo que permita unificação das anuidades.

·        Promover um estudo que permita unificação das anuidades.

Sociedade de Medicina e Cirurgia de Juiz de Fora

Rua Braz Bernardino, 59 - Centro - (32) 3031-7898